Marcos Chaves

Marcos Chaves

Brasil - 1961

Marcos Chaves (Brasil, 1961) é um artista visual brasileiro que iniciou sua produção na década de 1980. Seu trabalho abrange principalmente a fotografia, mas ele também cria vídeos, instalações, obras em espaços públicos e esculturas. Chaves participou de importantes exposições como a 1ª e 5ª Bienal do Mercosul, a 25ª Bienal de São Paulo e a 54ª Bienal de Veneza, além de diversas mostras na América do Sul, América do Norte, Ásia, Europa, Austrália e África. Suas obras fazem parte de coleções prestigiadas, incluindo o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) e o Centro per l’Arte Contemporanea Luigi Pecci, na Itália, além de várias coleções particulares. Ele foi premiado em diversas ocasiões, recebendo o IV Salão MAM da Bahia e o Espírito Santo Investment Award.

A fotografia é a base do trabalho de Chaves, que transforma situações cotidianas em cenas improváveis, extraindo beleza e humor de momentos banais. Na série "Buracos", por exemplo, ele fotografa grandes buracos em ruas sem manutenção, enquanto na série "Retratos" captura vassouras encostadas na parede que ganham expressões humanas. A cidade do Rio de Janeiro é um tema recorrente em sua obra, explorada em trabalhos como "Eu só vendo a vista", "Mar Ave Ilha" e a série "Pieces", onde aborda a paisagem e ícones cariocas, como o Pão de Açúcar. Seu trabalho é permeado por humor, ironia e o uso criativo das palavras, resultando em poesias visuais.

Segundo Simon Kirby, em texto sobre sua última exposição individual, o trabalho de Marcos Chaves está relacionado à dinâmica de posicionar elementos no espaço. Kirby observa que, nas obras de "Pieces", "perspectivas inversas distanciam o primeiro plano e trazem para a frente objetos distantes. Seus múltiplos pontos de vista nos convidam a deslocar nossa posição visual e a criar nossas próprias narrativas."

Obras do Artista

Confira a seleção de obras deste artista