Maí Amato

Maí Amato

Brasil

Brasileira, nascida em Mococa em 1950, formada em São Paulo em 1972. Hoje vive entre as duas cidades.

FORMAÇÃO

Formada em 1972 pela Faculdade de Comunicação Visual da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), onde monitorou a Cadeira de Expressão Tridimensional com o escultor Nicolas Vlasvianos. Cursou também a Faculdade de Desenho e Plástica, Curso de História da Arte Ocidental e Curso de Fotografia.

EXPERIÊNCIAS

Fotografia (1972)

Foto-estampa (1972)– Realizou diversos trabalhos para a Rakan Tecidos.

Escultura (1972) – A experiência com múltiplos surgiu com a preocupação de uso simultâneo de materiais diferentes no ponto de vista natural e formal, e teve início em 1972. A escultura visa dar ao espaço ambiental o caráter da cor e transparência, ligadas a volumes que a tridimensão da obra proporciona. As tiragens dos múltiplos variavam de 10 a 20 exemplares e eram ligados à decoração de ambientes.

Pintura (1973) – Ciclo I - A experiência em pintura traduz o que a união de formas e cores podem transmitir.

Tapeçaria (1975 – 1990) – Idealizações de projetos – desenhos – telas – lãs. Trabalho em conjunto com a artesã em bordados (Rosa Scarparo Amato) na confecção de panôs e tapetes.

Espelhos e gravuras em silk-screem (1978) – Ligados à decoração de ambientes.

Abertura do ponto de decoração e arte (1980) – Projetos e execuções de decoração – Ponto Verde Objetos – hoje “Das Rosas” decorações.

Direção do Museu de Artes Plásticas de Mococa (1980 – 1984)

Pintura (2000) – Ciclo II – Acrílico sobre tela, onde a artista coloca suas vivências.

Pintura (2018) – Ciclo III – Acrílico sobre tela, onde a artista retoma seu trabalho transformando suas vivências em experiências artísticas.

EXPOSIÇÕES

1972 – “Múltipla de arte limitada”, exposição de múltiplos em São Paulo.

1973 – “Petite Galerias”, exposição de múltiplos no Rio de Janeiro.

“Forma”, exposição de múltiplos em São Paulo.

“VI SUM”, Museu de Artes Plásticas de Mococa, coletiva com o artista mocoquense Luiz Carlos Ferracioli.

1980 – “Coletiva de Tapeçaria”, Museu de Artes Plásticas de Mococa.

2033 – “XXXVI SUM”, Museu de Artes Plásticas de Mococa, coletiva com os artistas Maciel Scarparo, Caciporé Torres e Cláudio Tozzi.

Obras do Artista

Confira a seleção de obras deste artista

Em breve, produtos vão estar à disposição nesta seleção!