Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo pelo WhatsApp.

Atendimento pelo WhatsApp
Jorge Macchi

Jorge Macchi

Argentina - 1963

Nasceu em Buenos Aires em 1963.
Vive e trabalha em Buenos Aires, Argentina. Jorge Macchi participou do Panorama da Arte Brasileira, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, em 2003, da Bienal de São Paulo em 2004 e realizou uma exposição individual na Galeria Luisa Strina, São Paulo, em 2004.
Macchi trabalha com a noção de informação, fazendo seus trabalhos a partir de jornais e mapas de cidades, de metrô. Em "The Speaker's Corner" (2002), por exemplo, o artista selecionou alguns textos de jornais dos quais extraiu palavras, deixando apenas os sinais de pontuação.
No trabalho "Caja de musica" (2004), usa um farol de trânsito e sua condução dos fluxos da cidade. O artista se interessa por temas que ultrapassam o campo das artes visuais, tendo se aproximado da escrita e da música. "Buenos Aires Tour" (2003) contou com a participação de Edgardo Rudnitzky, que realizou paisagens sonoras em Buenos Aires e outro trabalho seu, "Música incidental" (1997), traz uma partitura composta por textos recortados de jornal.
Dentre as inúmeras participações em exposições destacam-se "Trebble", Sculpture Center em Nova York (2004), Bienal de Istambul (2002), "12 views', The Drawing Center, Nova York (2001) e as individuais no Centre Regional d'Art Contemporain, na França (2001), Galeria Distrito4, em Madrid (2003) e Galeria Ruth Benzacar, Buenos Aires (2003).
É sobre obra de Macchi o cartaz oficial da 27ª Bienal Internacional de São Paulo, selecionado entre 14 propostas. É uma composição de recortes de jornal em que se vêm apenas as aspas de citações subtraídas.

Fontes:
Foto: http://www.lanacion.com.ar/1879727-jorge-macchi-abre-la-puerta-a-25-anos-de-obsesiones-artisticas
Texto: https://entretenimento.uol.com.br/27bienal/artistas/jorge_macchi.jhtm

Obras do Artista

Confira a seleção de obras deste artista

Bem vindo! Escolha uma das opções abaixo: