Hermelindo Fiaminghi

Hermelindo Fiaminghi

Ermelindo Fiaminghi (1920-2004), pintor, litógrafo, desenhista, artista gráfico, editor, professor e crítico, foi uma figura chave no cenário artístico de São Paulo. Sua formação começou no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo entre 1936 e 1941, onde estudou com Lothar Charoux e Valdemar da Costa. Fiaminghi dedicou-se inicialmente à litografia, trabalhando na principal gráfica de São Paulo.

Em 1946, fundou a Graphstudio, sua primeira produtora gráfica. Nos anos 1950, começou a explorar a arte abstrata e desenvolveu um interesse particular pela interação entre cores, o que o levou a colaborar com poetas na programação gráfica de seus poemas. Entre 1959 e 1966, trabalhou no ateliê de Alfredo Volpi e foi membro ativo do Grupo Ruptura, liderado por Waldemar Cordeiro.

Durante os anos 1960, Fiaminghi foi pioneiro em técnicas como o uso de esmalte em eucatex e guache, explorando intensamente as possibilidades da cor em suas obras, conceito que denominou "Corluz". Seu trabalho na série "Virtual" foi desenvolvido em um estúdio coletivo no Brás, marcando um período de inovação em sua carreira.

Co-fundador da Associação de Artes Visuais e da galeria Novas Tendências em 1963, Fiaminghi também estabeleceu o Ateliê Livre de Artes Plásticas em São José dos Campos em 1969, onde atuou como diretor e professor, influenciando gerações de artistas. Sua contribuição para a arte brasileira é notável, com um legado de inovação, educação e integração das artes visuais.

Obras do Artista

Confira a seleção de obras deste artista